Aula 09 – Introdução: Acessórios dos kanjis

Você deve lembrar que no japonês os kanjis são usados ao mesmo tempo que os silabários em uma mesma frase. Mas como isso funciona, e porquê?

Nós vimos na aula anterior que os kanjis representam ideias ou objetos. Só isso é muito pouco para se comunicar, não? Imagine que eu diga em japonês:

Eu ir casa carro empréstimo.

Que diabos isso significa? Sei lá. Usando apenas kanjis, eu só chegaria até aí. Para se comunicar, são necessários flexões de verbo, de tempo, complementos, objetos, etc, e tudo isso nós obtemos através do:

Okurigana

Veja esta palavra, ela apresenta 1 kanji e 3 hiraganas:

みます    yasumimasu

A leitura do kanji é yasu, seguidos de 3 hiraganas que fazem mimasu.

O que vem depois do kanji é chamado okurigana, ele transforma a ideia do kanji (descanso) no verbo descansar.

No japonês, ao contrário do chinês, dificilmente kanjis são usados sem complementos, pois é o hiragana que informa a classe gramatical, tempo verbal, etc.

Além do okurigana, existe um outro acessório com uma função bem bacana: dar cola! O.O

Ele funciona da seguinte forma, hiragana escrito em cima de um kanji. Este é o:

Furigana

É uma espécie de “legenda” colocada em cima de um kanji que indica a sua leitura (neste caso chamaremos vulgarmente de “sua pronúncia”).

É usada em livros para estudantes iniciantes, e também pode ser visto em títulos de animes e mangás.

Exemplo do furigana:

furigana

A leitura dos dois kanjis é nihon, e é isto que está escrito (em hiragana) em cima dele.

Existe muito mais sobre kanjis…

E tudo será visto mais à frente, ainda neste módulo e nos módulos de escrita e vocabulário. Tudo será visto em detalhes, por enquanto apenas preste atenção nos conceitos e informações.

Na próxima lição, você finalmente entenderá o que é essa tal de “leitura” dos kanjis. Mas antes, responda:

  • Por que usamos o okurigana?
  • Qual a utilidade do furigana para iniciantes?