Teste de proficiência em japonês (JLPT)

Antes de mais nada, por que falar em teste antes mesmo de começar a estudar? Para que você entenda o que te espera nos seus estudos de japonês, o que esperar deste curso e se motivar. Conhecendo o tamanho do desafio, você se sentirá mais seguro para estabelecer e cumprir metas de aprendizado.

Mas então, o que é um teste de proficiência? Bom, quem estudou inglês por muito tempo deve ter ouvido falar no TOEFL, que é um teste de proficiência da língua inglesa. Um teste de proficiência certifica que você realmente sabe aquele idioma. E para que serve?

Bom, ter um diploma de um cursinho não significa muita coisa, pois nada garante que você realmente aprendeu. Qual curso vai querer reprovar um aluno que não estudou direito e ficar sem a sua  mensalidade? É por este motivo que tem muita gente com diploma de inglês avançado por aí que não sabe coisa nenhuma…

Os testes de proficiência resolvem esta dúvida. Um certificado de proficiência vale mais que qualquer diploma de qualquer curso de qualquer lugar, porque são exames feitos por instituições sérias, às vezes oficiais, de seus países de origem.

Nihongo Noryoku Shiken (ou Japanese Language Proficiency Test – JLPT), teste de proficiência do idioma japonês, é um pré-requisito para alunos estrangeiros cursarem algumas universidades no Japão, sendo também um diferencial na hora de arrumar um emprego por lá.

E mesmo que você não pretenda fazer nada disto, ele é extremamente útil para testar seus conhecimentos e o seu aprendizado! E também é legal para esfregar na cara dos outros de que o Ministério da Educação japonês reconheceu seu esforço e dedicação.

Imagem do certificado: http://commons.wikimedia.org/wiki/File:JLPT_N1.jpg

São 5 níveis de conhecimento para os quais você pode se candidatar:.

nível kanjis vocabulário compreensão
N5 ~100 ~800 palavras Iniciante
N4 ~300 ~1.500 palavras Básico
N3 ~650 ~3.750 palavras Intermediário
N2 ~1.000 ~6.000 palavras Intermediário-Avançado
N1 ~2.000 ~10.000 palavras Avançado

.
Como você pode ver, o nível mais básico é o N5, no qual você precisa conhecer apenas 100 kanjis, cerca de 800 palavras, gramática básica e compreensão auditiva de frases simples

O foco deste curso é te preparar para ser aprovado neste nível. Certamente isto vai te motivar a persistir e evoluir nos estudos até que domine todo o idioma.

Calcula-se que para alguém ser aprovado no nível iniciante tenha que ter estudado por volta de 150h de japonês, ou seja, cerca de 5 meses estudando 1 hora por dia, que é um tempo de estudo normal para o nível iniciante de qualquer curso de idiomas… Isso é a prova de que, mesmo sendo uma língua tão diferente, é possível aprender japonês da mesma forma que qualquer outro idioma.

Obviamente, quanto maior o nível de conhecimento desejado, mais você precisará se dedicar!  No nível mais alto (N1), é necessário conhecer todo o Jouyou Kanji (os 2136 kanjis mais usados no japonês) e mais de 10.000 palavras, além de gramática e compreensão auditiva de frases avançadas e situações complexas.

O teste de todos os níveis é dividido em 3 etapas:

  • kanjis e vocabulário
  • compreensão auditiva
  • compreensão de leitura e gramática.

A prova dura de 100 a 180 minutos, dependendo do nível, e se assemelha a uma prova de vestibular, mas com uma parte de compreensão de áudio, além da prova escrita.

No mundo todo, mais de 50 mil pessoas fazem o teste do nível mais básico todo ano e a taxa de aprovação é de 50%. Somando todos os níveis, mais de 500 mil pessoas fazem o teste todos os anos!

No Brasil, o teste é aplicado em grandes cidades pelo Centro Brasileiro de Língua Japonesa em parceria com a Japan Foundation.

Não deixe de visitar os links abaixo para mais informações:

Site oficial JLPT: http://www.jlpt.jp/e/ (JP)

Informações e Inscrições: http://cblj.org.br/pt/exame (PT)

Provas anteriores: http://www.jlpt.jp/samples/forlearners.html (JP)