Aula 44 – Escrita: Classificando kanjis

Qual a razão para classificar os kanjis?

Pela mesma razão que nossos arquivos ficam em pastas, nossos armários possuem gavetas, etc: Para facilitar o acesso.

Num universo que pode ter mais de 2 mil kanjis, como me organizar para estudar? Ou para descobrir o significado de um kanji desconhecido?

É essencial ter um método de classificação, seja lá qual for, que ajude na busca.

Número de traços

Um método extremamente racional é organizar pela simplicidade. O numero total de traços permite ver se um kanji é mais simples que um outro.

A vantagem deste modo é que para isso não preciso de nenhum tipo de informação. Só de olhar para um kanji eu posso dizer quantos traços ele possui (se eu souber contar os traços corretamente, como dito na aula passada…)

Ordem do Jouyou Kanji

Você já aprendeu anteriormente que o jouyou é o grupo de kanjis essenciais escolhidos pelo governo japonês. Estes kanjis são divididos em séries e ensinados a cada ano na escola.

Obviamente, os kanjis apresentados na primeira série são mais simples que os kanjis da oitava série, por exemplo. Esse metódo irá seguir exatamente a ordem de aprendizado de um aluno numa escola japonesa.

Digamos que o jouyou kanji organiza os kanjis pela simplicidade e importância.

Mas não seria interessante se os kanjis fossem organizados pelo uso, pelo seu aparecimento no dia a dia?

Frequência

Em softwares de estudo como o JWPce mencionado anteriormante, uma das informações que podem ser obtidas de um kanji é a sua frequência, ou seja, o número de vezes que este kanji aparece no dia a dia, em jornais, livros e qualquer fonte escrita. Veja:

ordem de frequência – 1º posição ordem de frequência – 735º posição

O kanji de “dia”, nichi, é o mais frequente, ou seja, aparece toda hora em todos os lugares. Já o kanji de “explosão”, baku, não aparece tantas vezes, existem 734 kanjis que aparecem mais que ele.

Essa classificação é útil se você quer organizar kanjis pela sua utilidade. Se eu aprender kanjis que aparecem mais vezes antes, maior será a chance de entender um texto em japonês…

As informações acima têm como objetivo facilitar seus estudos de vocabulário, principalmente se estiver programas de flashcards e dicionários de kanjis, o que é extremamente recomendado!

Com isto encerramos o módulo de escrita, e agora você está apto a aprender gramática e vocabulário, ou seja, se comunicar em japonês!! Nos vemos no módulo gramática!

Leia Mais